Your address will show here +12 34 56 78
Novidades Hinc Custos

Indicadores de custos no plano de ação

Agora você pode controlar os custos de seu plano de ação direto pelo Hinc, facilitando mais ainda a gestão à vista. No dia 7 de outubro lançaremos um Whitepaper falando mais sobre isso. Cálculo de indicadores de custos das atividades do plano de ação:

  • Custo real – Valor gasto para a execução da atividade;
  • Custo orçado – Valor orçado para a atividade;
  • Diferença do custo – Calcula e apresenta a diferença entre o custo orçado e o custo executado. Valor positivo indica gasto abaixo do orçado;
  • Valor agregado – Calcula e apresenta o valor entregue na atividade. É calculado através da fórmula Progresso x Custo orçado;
  • Variação do prazo – Calcula e apresenta o prejuizo/lucro da atividade em relação ao seu Progresso. Valor negativo significa atraso;
  • Variação do custo – Calcula e apresenta o prejuizo/lucro da atividade em relação ao Custo orçado. Valor negativo significa atraso;
  • SPI – Calcula e apresenta o desempenho da atividade em relação ao prazo. Valor acima de 1 indica bom desempenho;
  • CPI – Calcula e apresenta o desempenho da atividade em relação ao valor orçado (Retorno de R$ X para cada R$ 1 gasto).Valor acima de 1 indica bom desempenho;
– Módulo para a criação de dashboards – Criação de dashboards com gráficos e informações complementares, possibilitando a inclusão de diferentes modelos de objetivos na mesma tela. – Dashboard do plano de ação – Apresentação do plano de ação (principais informações) de forma mais direta e gráfica. Mais uma melhoria para facilitar a gestão à vista. – Visualização da lista de atividades: Opção de prioridades, visualização de colunas e mostrar ou não custos. Banner HINC
0

o-YOUNGER-BOSS-facebookOs primeiros meses de gestão em um cargo de gestão são cruciais para o sucesso. É nesse período que você consegue aplicar as primeiras mudanças, mostrar para a equipe o tipo de líder que é e quais são as principais atitudes que os times podem esperar nessa nova etapa.

Por mais que um profissional seja capacitado e esteja bem preparado, o começo da gestão pode ser um pouco assustador. No entanto, existem algumas atitudes que podem ser tomadas para deixar esse período mais simples. Por isso nós reunimos algumas dicas que mostram o que você pode fazer nos primeiros meses como gestor. Acompanhe passo a passo!

Dicas práticas de como gerenciar nos primeiros meses de gestão

Conheça melhor o ambiente

Antes de mais um bom líder precisa conhecer o ambiente no começo da gestão. É muito comum novos líderes desejarem reconhecimento instantâneo quando assumem uma nova equipe e demandarem diversas mudanças imediatas para demonstrar autoridade, sem entender como determinados processos acontecem dentro de um time específico.

Por isso, é importante conhecer melhor os membros das equipes que você gerencia e observar como funcionam as relações de trabalho entre eles. Existem rivalidades? Elas são saudáveis? Quem são os colaboradores mais produtivos? Saber essas informações deixa o trabalho do gestor muito mais simples na hora de delegar tarefas.

Conheça seus funcionários

Como o ambiente de trabalho está sempre mudando, é uma boa ideia conversar individualmente com cada membro da equipe, entender suas principais dificuldades e atributos e então procurar maneiras de ajudá-los de acordo com as possibilidades que surgirem.

É interessante incentivar a interação amigável dos funcionários e estar presente em momentos de confraternização. Assim, logo no começo da gestão já é possível entender melhor quais atitudes podem ser tomadas para otimizar o ambiente de trabalho e ganhar mais confiança do time.

Seja um bom exemplo

Em vez de ditar ordens explícitas logo no começo da gestão, uma atitude que pode mudar o comportamento dos funcionários e construir a imagem de um bom líder é dar mais exemplos. Se o gestor percebe que seus antecessores eram menos respeitados por falta de ética, e desrespeito ao horário de trabalho e às regras da empresa, essa é uma ótima oportunidade de demonstrar comprometimento e agir de forma correta.

Através do exemplo de um bom gestor, os funcionários se inspiram a trabalhar em um ambiente que é realmente respeitado e estarão mais propícios a receber críticas e opiniões quando forem necessárias.

Não critique seus antecessores

Mesmo que existam práticas que afetam a produtividade, e que sejam notadas logo no começo da gestão, é importante manter o respeito e não desvalorizar o gestor que o antecedeu. Essa prática pode fazer com que os colaboradores se sintam diretamente ofendidos – muitas vezes os novos líderes tomam o lugar de outros que foram transferidos e ainda tinham afeto com a equipe – e faz com que você seja visto com receio. Por isso, é essencial identificar erros e dar soluções construtivas, sem atacar diretamente a pessoa responsável anteriormente.

Saiba gerenciar o tempo e compartilhar informações

No começo da gestão é comum novos líderes ficarem um pouco sobrecarregados. O gerenciamento de tempo que antes era uma tarefa individual agora se torna mais complicado: você vai precisar cuidar do andamento de uma equipe inteira. Por isso é importante adotar práticas que podem facilitar esse processo, como utilizar softwares que indiquem tarefas e gerem métricas mais palpáveis para melhorar a organização em longo prazo.

Ter uma boa comunicação também é essencial para conseguir gerenciar novos projetos. Sempre conversar com a equipe para informar possíveis mudanças, parabenizar o time por resultados positivos, ou alertar os colaboradores quando metas não forem atingidas são formas de deixar o gestor mais próximo dos funcionários e começar o trabalho de gestão com o pé direito.

Gostou do passo a passo para começar sua gestão? Compartilhe sua opinião nos comentários!

Banner HINC

0