Gestão de pessoas, Sem categoria

6 dicas de como delegar tarefas certas para as pessoas certas

6 dicas delegar tarefas

Delegar tarefas

Delegar tarefas é um assunto delicado para muitos gestores. Enquanto alguns centralizam grande parte do que precisa ser feito, com receio de que o resultado não vá ser bom o suficiente se feito por outras pessoas, outros optam por delegar a maior parte das atividades e ficar apenas coordenando. Há ainda aqueles que conseguem atingir um equilíbrio entre agir sozinho e delegar aos outros, mas mesmos esses, acabam enfrentando algumas dificuldades no meio do processo. Dominar ao máximo a delegação de tarefas é essencial para o desenvolvimento da empresa e também dos funcionários, mas qual é o segredo para tirar o máximo de efetividade disso? Veremos a seguir 6 dicas que irão auxiliar você nesse desafio!

Como delegar a tarefa certa para a pessoa certa?

1. Escolha a pessoa certa

A maior parte das falhas de delegações acontecem na hora de escolher a pessoa certa para realizar as atividades. É preciso conhecimento não só sobre os funcionários e suas habilidades, mas também sobre o quão atarefados eles estão e o quanto podem render. Ao conseguir escolher a melhor pessoa para fazer o que precisa ser feito, grande parte do caminho já está andado.

2. Combine as exigências do trabalho às habilidades

Você tem um funcionário que apresenta um rendimento muito alto, sempre atendendo aos seus pedidos com precisão. Porém, você precisa delegar uma tarefa que exige um vasto conhecimento sobre Excel, que não é exatamente a área desse funcionário. Por outro lado, outro de seus subordinados concluiu pouco tempo atrás um curso de Excel avançado. Nesse caso você precisa ter o poder de discernimento para combinar as exigências do trabalho às habilidades e capacidades de cada um dos membros que você controla.

3. Defina graus de tarefas

No exemplo utilizado anteriormente, vimos que um dos funcionários possuía conhecimentos técnicos que eram necessários para a realização de uma tarefa. No entanto, havia outro que o gestor sabia que poderia contar sempre que precisasse. Para esses funcionários que já atingiram um nível de confiança elevado, basta dar as instruções iniciais e considerar o trabalho feito. Porém, para os funcionários novos é preciso dar uma atenção maior e estar atento ao andamento das atividades. A confiança que você tem em seus funcionários é essencial na hora da delegação de tarefas.

4. Deixe claro os objetivos

Você tem que saber exatamente o que está esperando como resultado da atividade delegada e transmitir isso para quem for a realizar. Sem essa clareza fica difícil tanto para o colaborador executar a atividade proposta quanto para você poder mensurar a qualidade do que foi realizado. Se você quer um relatório até sexta-feira, pense no tamanho, nas informações e também na forma que elas serão apresentadas. Assim será uma tarefa muito mais clara e fácil para quem for a executar.

5. Estabeleça prazos

Ao delegar uma tarefa sem estabelecer um prazo para que seja concluída, você não poderá cobrar de maneira efetiva de seu colaborador. Portanto, evite ao máximo delegar atividades com prazo de conclusão indefinido.

6. Fique aberto para auxiliar

Lembre-se que mais do que aquele quem tem o poder para delegar as tarefas, você é o responsável por tudo o que é executado. Por isso esteja sempre à disposição para auxiliar em tudo o que for preciso durante a realização das etapas do projeto. Pensando em todos esses fatores de forma integrada, todos os seus colaboradores evoluirão e estarão cada vez mais aptos a agir de forma independente, e com isso, toda a empresa também ganha. Acha que as dicas ajudarão você no dia a dia? Adicionaria mais alguma recomendação? Deixe seu comentário! Banner HINC