Gestão de pessoas, Sem categoria

COMO SUPERAR DESAFIOS ATRAVÉS DA COOPERAÇÃO

Este tema trás a nossa consciência dois fatores inerentes a vida: Desafios e Cooperação.   8337-01-flat-hand-identity-recognition-4-558x313   Seguindo o pensamento do neurobiólogo Chileno Humberto Maturama, a cooperação é uma qualidade que já existe em nós.   Podemos vivenciar a cooperação fazendo um paralelo com nossa fisiologia. Neste exato momento em cada um de nós existe uma centena de ações biológicas que estão cooperando com nossa sobrevivência. Afinal, nosso coração não está batendo apenas por que queremos! Paralelo a cooperação existente em nossa fisiologia, também existe uma série de desafios (bactérias, fungos, etc) que nosso corpo está atuando para manutenção de nossas vidas.   Assim como a cooperação está em nós, os desafios também fazem parte deste contexto integrado que chamamos de vida. Existem vários níveis de desafios, mas, em geral, consideramos os nossos desafios sempre são os mais difíceis… já pensou nisso?   Vamos lá então… Para quem já tem filhos, quando eles iniciam os primeiros passos, com certeza para eles o desafio é gigantesco. E a cooperação? Lá estamos nós para estender os braços quando caem, e acima de tudo…dando aquele incentivo. Nosso desafio enquanto pais neste processo, é ter o cuidado para não atrapalhar o crescimento.   Como o passar da vida, os desafios vão modificando: estudos, amigos, namoros, casamento, filhos, vida profissional, etc.   Tudo isso acontece também nas organizações. Uma empresa de menor porte quando está iniciando, com certeza tem seus desafios…e a medida que vai se inserindo no mercado esses desafios vão aumentando. É possível resolver tudo sozinho? Algumas coisas sim! Mas tudo…decididamente não.   Se olharmos com atenção veremos ações de cooperação em todos os lados nas organizações. E não se restringe apenas em ações pontuais, onde podemos usar como exemplo a ajuda entre colaboradores da mesma área de atuação. Hoje com a globalização cada vez mais forte em todos os mercados, é comum os acordos de cooperação entre instituições, organizações e até países.   Um bom exemplo na busca em resolver os desafios através da cooperação aconteceu em Setembro de 2015 em Joinville/SC onde ocorreu o EEBA (Encontro Econômico Brasil-Alemanha) O foco deste encontro (que acontece a cada 2 anos) este ano foi o debate sobre Cooperação para Superar Desafios. Então se potencias como Brasil e Alemanha estão juntas para pensar neste assunto, é importante estar atento.   Mas vamos pensar na questão micro, ou melhor local. Aí na sua empresa. Vamos iniciar no básico. Uma boa medida de Cooperação é fazer as entregas nos prazos estipulados. Sim, entregar um projeto na data definida não é apenas um “obrigação”…é acima de tudo “Cooperação”. Quando um projeto que não é entregue na data prevista, sabemos o quanto isso impacta nos negócios.   O importante quando se pensa no termo Cooperação, é ultrapassar o quesito pensar e ir para ação. A existência de acordos de mercado, ou de encontros como o realizado entre Brasil e Alemanha, só virou realidade porque foi colocado em prática. Alguém iniciou, e é claro motivado por algum desafio.   Então o desafio que lanço é avaliar aí na sua empresa, uma oportunidade de Cooperar, simplesmente ir para ação e Cooperar. Assim como nos primeiros momentos da vida, ou no mercado em geral, não existe a possibilidade de fugir dos Desafios. Eles vão sempre existir, e serão um impulso para o crescimento. Cooperar é uma das formas de viver esses Desafios, compartilhando experiências com os envolvidos neste processo. Como fazer isso em equipe:  

1. Transparência na existência de Desafios. Os envolvidos têm que conhecer os detalhes, riscos e oportunidades;

 

2. Ensino Aprendizagem: lembrar sempre que todas as ideias devem ser ouvidas, reformuladas, observadas de outro ponto de vista;

 

3. Montar equipe: Os desafios não necessariamente precisam ser resolvidos por ordem hierárquica. É importante abertura para receber aqueles que levantam a mão para participar da solução do desafio;

 

4. Comunicar: desde a identificação do desafio, as possíveis soluções, e os passos a passo devem ser comunicados aos envolvidos;

 

5. Alinhamento de estratégia: deve-se ter metas de curto prazo, para identificar se está se encaminhando para resolver o desafio;

  Então não adianta fugir:

Se para, o desafio pega;

Se correr o desafio vai atrás;

Se cooperar o crescimento acontece!

  Sugiro pesquisar: COPA DE FUTEBOL COOPERATIVO: QUANDO O CONFRONTO DÁ LUGAR AO ENCONTRO.   Lei mais: Liderança e cooperação para um mercado competitivo