Gestão voltada para resultados

Metodologias Tradicionais x Metodologias Ágeis

Com o uso de novas tecnologias e a interação com diferentes negócios, uma coisa fica muito clara para gestores: a gestão de projetos tradicional já não é mais tão efetiva quanto parecia e o planejamento fechado e específico que muitas empresas aprenderam a usar pode ser responsável por um grande desperdício de investimentos.  


Com o tempo, novas formas de gestão de pessoas, estratégias e indicadores foram sendo desenvolvidas, e hoje, são amplamente aplicadas para otimizar a força de trabalho, melhorar o controle de fluxo, e evitar o retrabalho constante. Neste material iremos mostrar um pouco da metodologia tradicional e porque hoje o foco são as metodologias ágeis.

O que aconteceu com a metodologia tradicional?

 

Em gestão de projetos as metodologias tradicionais funcionavam de maneira limitada, focando tarefas específicas em uma ordem linear de desenvolvimento. Isso cria a necessidade de um planejamento completo de tudo o que precisa ser feito e entregue dentro de um prazo específico, o que faz com que o gestor tenha que entender todas as possíveis necessidades a serem supridas antes mesmo de começar o desenvolvimento. Depois que cada uma das tarefas é finalizada, a equipe começa a desenvolver a próxima da fila – em um formato conhecido como “cachoeira” – de forma que o que já está pronto é dificilmente verificado enquanto outras etapas estão em andamento. Essa perspectiva de gestão pode causar alguns problemas:  

  • Não conseguir antecipar necessidades que futuramente precisarão ser supridas;
  • Perder muito tempo no planejamento e demorar mais para produzir;
  • Tanto a empresa quanto o cliente precisam ter uma noção muito específica do tempo de desenvolvimento;
  • Qualquer alteração faz com que seja necessário um grande retrabalho e gera atrasos;
  • Grande parte dos erros no projeto passa despercebida e são notados apenas pelo cliente final.

 

Isso tudo interfere no controle de fluxos dos processos e faz com que as metodologias tradicionais de gestão estratégica também sejam colocadas em cheque. Hoje, muitas empresas abandonaram esses modelos em alguns projetos e buscam trabalhar com metodologias ágeis.

Como funcionam as metodologias ágeis?


As metodologias ágeis de gestão e planejamento se apropriaram de algumas ideias muito comuns do manifesto de desenvolvimento ágil de software, e utilizam alguns de seus fundamentos como base, por exemplo: focar em interações e pessoas mais do que em processos e valorizar a colaboração constante mais do que um planejamento engessado. A principal característica das metodologias ágeis de gestão é que as tarefas são completadas em pequenos ciclos que podem ser revisitados e realizados em diferentes ordens.   Nesse formato, as decisões sobre o que deve ser feito são tomadas a partir de observações de necessidades – e não através do que poderá ser preciso realizar futuramente – a equipe trabalha sempre unida, aprende um pouco mais no final de cada ciclo e utiliza controles visuais para comunicar demandas. Um dos pontos mais importantes é a participação do cliente durante o projeto, onde ele verifica o progresso, dá sugestões e pede mudanças de acordo com as demandas. Podemos destacar algumas características das metodologias ágeis:  

  • Desenvolvimento em ciclos ao invés do método tradicional;
  • Controle do progresso das tarefas através de estímulos visuais;
  • Desenvolvimento usando testes para evitar erros;
  • Desenvolvimento colaborativo com o cliente;
  • Análise do que foi aprendido em cada etapa, e o que pode ser melhorado;

 

Com essas características as metodologias ágeis fazem com que a gestão de pessoas e a gestão de indicadores ocorram de formas muito mais simples, o controle de fluxos seja mais eficiente usando ciclos inteligentes que realizam testes constantes e evita retrabalho e erros de comunicação por contar com a colaboração do cliente durante todo o processo.


Quando é possível utilizar metodologias ágeis?

Por mais que seja interessante trabalhar com metodologias ágeis, é necessário entender que existem projetos que funcionam melhor com esse método, enquanto outros precisam do planejamento completo e das previsões da metodologia tradicional. Existem algumas características que evidenciam projetos mais propícios a atingirem melhores resultados com esses métodos:  

  • É possível trabalhar com controles visuais;
  • O cliente está disposto a colaborar constantemente durante o projeto;
  • Os diferentes setores responsáveis se situam em um mesmo local;
  • O projeto não pede um desenvolvimento linear;
  • É possível realizar testes constantes.


É claro que existem maneiras de adaptar diferentes projetos a metodologias distintas, mas é sempre importante verificar qual método é mais eficiente para que o produto final seja entregue com qualidade e rapidez.  

Você já aplicou metodologias ágeis na sua empresa? Compartilhe sua experiência nos comentários!

Conheça o Software HINC

demontração