Gestão de indicadores, Sem categoria

Organize os indicadores de desempenho e aprimore a gestão estratégica

indicadores de desempenho e planejamento estratégico voltado para resultados A postura estratégica é necessária para qualquer executivo à frente de uma empresa, sendo uma das tendências fundamentais no campo corporativo, em virtude do avanço da competitividade. Para isso, ele deve compreender o que se passa no seu ambiente de trabalho e em seu entorno, podendo utilizar tecnologias de monitoria, estas ainda muito pouco conhecidas e praticadas. Tais tecnologias, como softwares de gerenciamento de projetos, permitem a eficácia e a efetividade na tomada de decisão dentro de um período adequado, aproveitando desta forma oportunidades e evitando perdas. Vamos mostrar nesse material como organizar seus indicadores de desempenho e assim facilitar ainda mais o alcance dos objetivos estratégicos. Alcance seus objetivos A capacidade da empresa de atingir seus objetivos através da implementação de estratégias adotadas dentro do seu processo de gestão de planos de ação, é o que chamamos de desempenho. Os indicadores de desempenho são propostos para medir o desempenho em áreas-chave do negócio: clientes, mercados, produtos, processos, fornecedores, recursos humanos, comunidade e sociedade. Podemos ainda organizar os indicadores de desempenho em algumas categorias como:

  • Indicadores de capacidade: medem a capacidade de entrega de um processo em certo período de tempo, por exemplo: número de apresentações que podem ser realizadas por dia, quantidade de recipientes que uma máquina consegue encher por hora.
  • Indicadores de produtividade: são utilizados para verificar a eficiência e avaliar o rendimento dos processos da organização. No exemplo de indicadores de capacidade citamos o número de apresentações possíveis de serem realizadas por dia, e nesse caso, o desempenho de produtividade será o número de apresentações efetivamente realizadas em algum período específico.
  • Indicadores de qualidade: andam em conjunto com os indicadores de produtividade para ajudar a entender as oscilações de desempenho (produtividade) de algum processo. Pegando outro exemplo de indicador de capacidade, no caso, quantidade de recipientes enchidos num período de tempo, um indicador de qualidade poderá ser o número de potes quebrados nesse período ou potes defeituosos.
  • Indicadores estratégicos: contribuem para o entendimento da situação atual da empresa no alcance de seus objetivos propostos, fornecendo o cenário atual e o desejado. Um exemplo disso está na percentagem do nível de satisfação dos clientes, que no momento atual está em 70% e possui a meta de estar 90% num período de tempo estipulado.
Para cada um desses grupos de indicadores é importante utilizar metas e criar planos de ação de melhorias a serem realizadas nos processos. A gestão de indicadores permite a verificação do efetivo sucesso da gestão estratégica e o controle dos objetivos e metas traçados dentro de um planejamento estratégico empresarial. Os administradores devem ser capacitados para que possam determinar se as atividades programadas ocorrem de fato, na direção dos objetivos. Por tanto, antes de mais nada, crie seus indicadores de desempenho, organize-os, monitore-os ao longo do tempo, retroalimentando os dados, para não deixar a gestão estratégica só na teoria. Conquiste crescimento de performance da equipe, processos e empresa como um todo. Banner HINC