Your address will show here +12 34 56 78
Gestão voltada para resultados

No mundo globalizado e competitivo necessitamos de maior controle sobre nossos projetos, acertar mais que errar e ainda dominar os acontecimentos não esperados ao longo do ciclo de vida dos mesmos. Uma coisa que podemos antecipar é que os problemas surgirão, pois querendo ou não, o mundo tende ao descontrole e desorganização. Vamos mostrar então como fazer o gerenciamento de riscos e melhorar o controle de nossos projetos.


Gerenciamento de Riscos

Planejar é antecipar soluções, é ter um plano, um roteiro, saber o que fazer e quais caminhos seguir para determinadas situações. Planejamento é a resposta para melhorar a gestão de projetos. Já falamos sobre como especificar o escopo do projeto, gerenciar a qualidade, gerenciar as partes interessadas e agora vamos falar um pouco de outro item que faz parte da gestão de projetos: o Gerenciamento dos Riscos. Vamos apresentar 3 passos necessários para o gerenciamento de riscos e ainda disponibilizar um exemplo de um plano de gerenciamento de riscos.

 

1 – O que pode dar errado?

Estude e pesquise quais os riscos o seu projeto está exposto e assim entender os problemas que possam acontecer. Prever os riscos ajuda a prever soluções e isso é fundamental para a tomada rápida de medidas mitigatórias. No post porque a gestão de riscos pode salvar a sua empresa mostramos alguns tipos de riscos que enfrentamos no dia à dia das empresas e também um modelo que ajuda a classificar os riscos conforme a sua frequência e impacto ao projeto.

 

2 – Classifique os riscos!

Qual o impacto que um risco poderá causar em nosso projeto caso venha a se realizar? Será que haverá impacto significativo em nossos custos, cronogramas, etc ? Para responder essas perguntas temos que classificar os riscos. Um risco pode até mesmo inviabilizar o sucesso do projeto e isso deve estar indicado ao ser analisado.

 

3 – O que fazer se algo der errado?

Após ter os riscos identificados e classificados, é importante ter atitude caso algo saia do trilho. Será muito mais fácil tomar uma atitude se tivermos classificado possíveis riscos e as medidas a serem tomadas para cada um dos riscos previstos. Para essa classificação de cada risco previsto e as medidas a serem tomadas damos o nome de plano e ações de resposta aos riscos.

 

Para facilitar o entendimento criamos um exemplo bem bacana de um plano de gerenciamento de riscos que demonstra claramente para nossa especificação de escopo a identificação dos riscos, suas classificações e as medidas a serem tomadas para cada caso.

 

BAIXE AQUI NOSSO EXEMPLO DE UM PLANO DE GERENCIAMENTO DE RISCOS

Faça o dever de casa e realize o gerenciamento de riscos, minimize efeitos negativos que possam surgir garantindo o sucesso de seus projetos. Planejar é uma arte que é composta de vários itens e um deles é o gerenciamento de riscos. Acrescente valor ao seu planejamento e identifique, classifique e desenvolva respostas aos riscos de seus projetos.

0