Análise SWOT na construção civil: tudo que você precisa saber


<strong>Análise SWOT na construção civil: tudo que você precisa saber</strong>

Parte do sucesso de uma empresa está relacionado ao planejamento e à execução de atividades bem estruturadas. Válida para diferentes setores, a ferramenta de análise SWOT na construção civil é especialmente importante nesta matéria. 

Independente do tamanho da obra a ser executada, se ater à organização de um plano é um dos pontos fundamentais para que tudo aconteça conforme planejado no projeto.

Como forma de melhorar e embasar de maneira técnica o planejamento por parte dos gestores, a análise SWOT e seus pilares chegam como uma importante metodologia organizacional.

Ela tem como objetivo identificar pontos positivos e de atenção dentro e fora do ambiente analisado, apontando forças, fraquezas, oportunidades e ameaças que podem impactar a empresa ou um projeto específico.

Saiba mais sobre a análise SWOT e conheça os benefícios de aplicar essa metodologia na sua empresa.

O que é análise SWOT

A análise SWOT, também conhecida como matriz SWOT ou, em português matriz FOFA, é uma ferramenta utilizada para o desenvolvimento de um planejamento estratégico, seja para gestão de uma empresa como um todo, ou para algum tipo de gestão de projeto ou serviço específico.

O nome vem do acrônimo das palavras em inglês strengths, weaknesses, opportunities e threats, que significam forças, fraquezas, oportunidades e ameaças. 

Nesses aspectos, a análise é separada também pelo tipo de ambiente a ser observado, sendo que as forças e fraquezas pertencem ao ambiente interno, aquele que pode ser controlado pela empresa, enquanto oportunidades e ameaças pertencem ao ambiente externo, que fogem do controle da empresa.

Entenda como a análise SWOT na construção civil pode ser aplicada: 

Strenghts (forças)

As forças são pontos positivos da empresa em relação ao mercado e aos seus concorrentes. Ao analisar e entender quais são suas forças, os gestores da organização podem determinar ações a serem tomadas de forma a aproveitar esses pontos positivos a favor do sucesso de um projeto. 

Como exemplos na construção civil, são consideradas forças a boa gestão, o nome no mercado, portfólio de obras executadas, maturidade de gestão e maturidade digital, equipes qualificadas e equipamentos adequados para cada tipo de tarefa.

Weaknesses (fraquezas)

As fraquezas são pontos de atenção que uma empresa tem em relação aos seus concorrentes. Ainda que sejam aspectos em que a empresa pode atuar para reverter, são elementos que, se não solucionados, podem ser desfavoráveis para o sucesso dos projetos.

Mão de obra desqualificada, gestão inexperiente, processos antigos, falta de acesso a indicadores de desempenho estratégicos, uso de equipamentos inadequados, desatualização em relação ao mercado e falta de profissionais na obra podem ser considerados exemplos de fraquezas de empresas que atuam na construção civil.

Opportunities (oportunidades)

As oportunidades são elementos externos da organização, ou seja, que não podem ser controlados pelos gestores, mas que podem trazer benefícios para execução de tarefas ou gestão eficiente.

Em um projeto de construção, o clima favorável sem chuva, local de fácil acesso e interesse de novos clientes são exemplos de oportunidades. O mercado também é um elemento a ser considerado nas oportunidades de uma construtora. Ter uma visão estratégica do mercado alvo para a empresa, ajuda a identificar oportunidades de expansão e criação de portfólio em áreas pouco exploradas.

Threats (ameaças)

Ainda que também sejam elementos fora do controle da empresa, as ameaças não são pontos positivos à gestão, mas que podem se transformar em oportunidades. Podem ser considerados ameaças alguns aspectos que colocam em risco a execução de uma obra ou projeto, como, por exemplo, o clima ruim, falta de matéria-prima, local de difícil acesso e projetos muito complexos.

Benefícios de aplicar a análise SWOT na construção civil

A análise SWOT na construção civil pode transformar a maneira como o negócio é gerenciado. A partir de uma boa execução desta ferramenta, a empresa tem o potencial de realizar um planejamento estratégico eficiente que impacta na gestão de obras, controle de qualidade das equipes, dos equipamentos e da matéria-prima.

A metodologia permite que os gestores elaborem planos de ação mais completos e que foquem nas melhorias necessárias para intensificar as forças e oportunidades e reduzir fraquezas e ameaças. Ela também ajuda a entender cenários de boas oportunidades em novos negócios e buscar uma equipe qualificada e alinhada às expectativas dos clientes e da gestão.

Além disso, os resultados obtidos com a análise SWOT auxiliam a ter uma visão geral do mercado, compreender onde a concorrência está atuando, executar planos de ação para prospecção de novos clientes e, consequentemente, aumentar o faturamento.

Como fazer a análise SWOT na construção civil 

Com os conceitos do método bem esclarecidos, é fundamental compreender os pilares da análise SWOT para aplicá-la de forma assertiva na construção civil, visando melhores resultados. 

No cenário do modelo de negócios de uma construtora ou incorporadora, é possível aplicar a ferramenta a partir de três importantes passos:

Análise do ambiente interno

Nessa etapa, o gestor deve olhar para dentro da sua própria organização, entendendo os aspectos que são de responsabilidade da empresa que estão ao alcance de mudanças. É fundamental analisar os pontos fortes e as fraquezas da organização em relação ao mercado e aos seus concorrentes. 

Construtoras e incorporadoras devem observar e fazer um levantamento dos equipamentos utilizados, compreender o nível de qualificação da equipe, e fazer uma análise da estrutura comercial e de atendimento.

Análise do ambiente externo

Ao analisar aspectos que estão fora do controle da gestão da empresa, é importante avaliar quais oportunidades o mercado está oferecendo e entender as ameaças que podem colocar em risco qualquer atividade a ser executada.

O gestor deve observar itens como o clima durante o planejamento de determinado projeto, a disponibilidade de insumos, o interesse de novos clientes em fechar negócio e demais aspectos que fogem ao controle da empresa.

Plano de ação

Com todas as informações em mãos, chega a hora de desenhar um plano de ação para reforçar a marca e a qualidade do serviço oferecido. O gestor deve planejar suas metas, definir as ações e direcionar as atividades da equipe no sentido de cumprir o planejamento definido.

A análise SWOT na construção civil é uma ferramenta poderosa e que pode gerar bons resultados para uma empresa. Para impulsionar ainda mais os benefícios que o método é capaz de promover, ela pode ser combinada com o uso de outras metodologias de organização e gestão de projetos, criando uma estrutura eficiente dentro dos players que fazem parte desse mercado.

Conheça o manual prático para organização de projetos de construção civil e tenha resultados de excelência na sua empresa.