Ciclo DMAIC: tudo o que você precisa saber sobre essa metodologia


Ciclo DMAIC: tudo o que você precisa saber sobre essa metodologia

Ao assumir a execução de uma obra, é fundamental saber por onde começar e estabelecer um plano de ação para cumprir os prazos com qualidade. Para auxiliar nesse processo de planejamento e acompanhamento, ferramentas como o ciclo DMAIC podem ser utilizadas por gestores e demais envolvidos na obra.

Além disso, é importante analisar o andamento dos trabalhos antes, durante e depois de finalizado o projeto.

A metodologia é composta por cinco etapas que podem ser utilizadas como um roteiro para a execução e gestão da obra.

Saiba mais sobre o ciclo DMAIC e conheça os benefícios de aplicar essa ferramenta no seu projeto.

O que é ciclo DMAIC?

Muito utilizado na gestão de projetos, o ciclo DMAIC tem como objetivo principal atuar no aumento da produtividade, otimização de processos e redução de custos. O nome DMAIC vem da inicial de cinco palavras que compõem a definição da metodologia.

Os conceitos servem como um roteiro na hora de executar o projeto e significam, do inglês, respectivamente: define (definir), measure (medir), analyze (analisar), improve (melhorar) e control (controlar).

A ideia do ciclo DMAIC aplicado na construção civil tem papel fundamental na hora de criar o planejamento de uma obra. Os envolvidos no projeto, com base na ferramenta de gestão e nas expectativas alinhadas com o cliente, podem construir um plano de ação de forma ágil e eficaz.

Ao entender os pontos de foco, identificar possíveis problemas, criar planos de ação para resolvê-los e acompanhar a execução de todo o projeto, seguindo o escopo da ferramenta, gestores e clientes podem sair satisfeitos e com as expectativas atendidas em relação à qualidade da obra, recursos utilizados e prazo de entrega.

Conheça mais: Método PDCA: por que esse ciclo é indispensável para seus projetos?

Quais são as etapas do ciclo DMAIC?

Para garantir a eficácia do ciclo DMAIC no projeto, é fundamental compreender o significado e a aplicação de todas as etapas e segui-las corretamente. Dessa forma, gestores e demais envolvidos no projeto poderão ter uma visão completa do negócio e garantir o sucesso na entrega da obra.

Define (definir)

A primeira etapa do ciclo DMAIC é a criação do escopo do projeto. Consiste na definição dos objetivos a serem alcançados com a aplicação da metodologia. Nesta parte, as expectativas são alinhadas e os envolvidos no processo são definidos.

Measure (medir)

A segunda etapa é composta pelo estudo e pela coleta de dados sobre o cenário do projeto. Ao executar a medição, os gestores compreendem em que contexto o projeto será aplicado e podem definir o foco do processo. 

Para realizar a medição, é fundamental ter dados quantitativos sobre o projeto para, dessa forma, viabilizar a comparação dos cenários antes e depois da execução do plano de ação.

Analyze (analisar)

A análise é o primeiro passo para começar de forma efetiva a criação do plano de ação. Nas duas etapas anteriores, os gestores devem fazer uma espécie de conhecimento de campo, identificando os problemas e suas causas. Na análise, os olhares devem ser direcionados ao ponto central do projeto.

Improve (melhorar)

Na fase de melhoria, os envolvidos no projeto devem de fato colocar em prática o plano de ação. A equipe deverá executar as estratégias definidas nas etapas anteriores com o objetivo de dar andamento ao projeto e solucionar qualquer problema que possa ter sido identificado.

Para garantir a eficácia da etapa de melhoria, testes devem ser realizados para acompanhar o projeto e analisar quais estratégias fazem sentido para cada situação.

Control (controlar)

Após o estudo do projeto, detecção de problemas e execução do plano de ação, é fundamental manter uma rotina de controle e acompanhamento. Esse trabalho garante que os resultados alcançados sejam mantidos a longo prazo. 

Saiba mais: Gestão ágil de projetos na construção civil

Benefícios de aplicar a metodologia na construção civil

Ao adotar uma metodologia que auxilia os envolvidos a enxergarem o todo de uma obra, é possível criar estratégias que melhoram os processos de execução do projeto. O gestor da obra pode, por exemplo, identificar problemas e definir soluções para todas as áreas, desde a compra de materiais até a mão de obra qualificada.

Consequentemente, com organização e processos definidos, os problemas podem ser resolvidos com mais facilidade e os gastos podem ser previstos com antecedência. Dessa forma, é possível gerar uma otimização eficaz dos recursos financeiros.

Aplicar o ciclo DMAIC nas obras faz com que gestores, prestadores de serviço, funcionários da empresa e cliente estejam alinhados quanto às necessidades e expectativas. 

A partir do projeto desenhado e organizado de forma clara, a equipe tem uma melhora significativa na produtividade, pois os esforços são totalmente direcionados para a execução do projeto.

Nesse sentido, a organização anda lado a lado com o cumprimento dos prazos, que refletem nos resultados: com melhoria nos processos, otimização de recursos e aumento da produtividade, todas as etapas de uma obra podem ser entregues dentro do prazo negociado com o cliente.

O ciclo DMAIC é um entre os diversos métodos que podem auxiliar na organização e gestão de projetos na construção civil. 

Quer conhecer mais sobre as metodologias e ferramentas disponíveis para o ramo? Conheça o manual prático de organização de projetos para uma gestão profissional que preparamos para seu negócio.